facebook

Clube Atlântico de Esgrima

Logotipo
Pelo menos 200 PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Voltando ainda um pouco ao passado fim-de-semana e mais concretamente ao desafio - Pelo menos 100 - que juntou nas bancadas do Pavilho do Benfica um numeroso conjunto de pessoas, proporcionando um invulgar apoio do pblico nas provas de Esgrima em Portugal, gostaria de abordar o tema das capacidades e dos limites.
Todos ns temos o hbito de reunir com facilidade um conjunto de factores que justificam o porqu de no termos alcanado algo que pretendamos. Este fenmeno passa-se desde as coisas mais pequenas e insignificantes at s grandes situaes das nossas vidas.
fcil justificar um pequeno atraso junto de um amigo com quem combinmos passar a tarde na praia, quando de facto ficmos retidos numa avaria nos transportes. O que difcil entender que se essa tarde de praia estivesse agendada para o Brasil, essa mesma pessoa sairia para o aeroporto com a antecedncia necessria de forma a que, caso tivesse uma avaria nos transportes, conseguisse arranjar uma alternativa e chegar junto do seu amigo a horas, no perdendo assim o avio.
fcil justificar o insucesso desportivo luz da falta de condies, da falta de apoios, da falta de nvel competitivo, etc. O que difcil entender porque no esgotamos os poucos recursos que temos at ao limite das suas capacidades, para ento sim sentirmos os verdadeiros efeitos da falta daquilo que no temos.
O desafio - Pelo menos 100 - tinha vrias justificaes fceis para no correr bem. Fim-de-semana de sol convidativo a uns belos mergulhos na praia, altura de testes escolares com estudo para pr em dia e ainda por cima Rock in Rio no seu melhor. Mas o que facto que muita gente conseguiu ser... um dos 100.
Um dia aconteceu-me uma coisa interessante como professor do ncleo de Esgrima do Desporto Escolar na Manuel da Maia. Tnhamos prova no Estdio Universitrio e l combinmos o encontro porta da Escola para as 7h desse sbado para ento seguirmos todos juntos. Cheguei um pouco antes das 7h e j l estavam uns quantos midos. Um deles era o Muamed Bald, um entusiasta que vivia l para os lados de Almada. Depois de os cumprimentar disse-me ele todo acelerado - "professor, professor... eu j estive a treinar"... "enquanto a minha me preparava o pequeno almoo eu fui treinando com uma rgua". Enquanto falava ia articulando uns afundos e umas estocadas dando vida s suas prprias frases. Lembro-me de ter olhado para o relgio e pensado - "Se agora so 7h e ele veio do outro lado e de transportes... este treino passou-se l para as 5h30/6h. Fantstico. E nem teve problemas com o material, 40 cm de rgua serviram perfeitamente". Com 5 minutos de atraso l chegou o ltimo do grupo, que vivia mesmo na rua da Escola e que, quando questionado face ao seu atraso l resmungou - "... eh stor... isto ao sbado no d...".E l fomos.
Na minha opinio, as nossas capacidades tm limites. Onde no h limites na vontade de fazer mais pelo aumento dessas mesmas capacidades. Provavelmente os limites das minhas capacidades no me deixaram ser Campeo do Mundo, mas isso s verdade se de facto me aproximei desses mesmos limites, fazendo tudo a cada dia para melhorar.
As situaes extremas so o exemplo claro de como andamos longe dos limites das nossas capacidades. Basta observar as grandes catstrofes para ver como o ser humano se supera quando levado ao limite. Tempos incrveis de sobrevivncia de pessoas resgatadas de escombros muitos dias depois dos sismos, distancias enormes de deslocao a p por parte dos refugiados de diversos pases e tantos outros exemplos na fronteira do limiar das capacidades Humanas.
Dos Atletas s se pode exigir um ilimitado empenho para cada dia serem melhores e assim justificarem, no o nosso esforo, mas o Seu Esforo. No a nossa ambio, mas a Sua Ambio. No o nosso sonho, mas o Seu Sonho.
Ns s os podemos ajudar, nada mais. Eles que tm que dar... pelo menos 200... por cento (%).

Comentarios (0)

Escreva seu Comentario

Voce precisa estar logado para postar um comentario. Por favor registre-se se caso nao tenha uma conta

busy
bannerdiariodonuno

Próximos Eventos

Não há eventos agendados.
Visualizar calendário completo

Área Reservada



Parceiros


Desenvolvimento de sites por Made2Web
® 2008 - Clube Atlântico de Esgrima
Todos os Direitos Reservados