facebook

Clube Atlântico de Esgrima

Logotipo
Um e o Outro PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

  

yinyang1

 

 

  Em tempos participei numa discussão na faculdade, onde se debatia a diferença de dificuldade entre um movimento relativamente simples como a corrida e uma série de saltos acrobáticos numa cama-elástica. O que é facto é que independentemente da especificidade do gesto, ser um dos melhores do mundo a correr é tão difícil como ser um dos melhores do mundo em cama-elástica com mortais piruetas e tantas combinações de movimentos complexos.

 

   A grande dificuldade de se estar em condições de realizar grandes desempenhos reside na preparação para esses momentos – O Treino. O difícil é ultrapassar todas as dificuldades do processo de treino. O volume de trabalho, a intensidade, as lesões, as motivações, as frustrações, etc. Mas a esgrima tráz ainda um problema adicional. A Esgrima é um desporto de confrontação directa em que a vitória de um corresponde ao fracasso do outro. Um outro do qual eu preciso do empenho e dedicação para no treino me colocar mais problemas e me ajudar a desenvolver as minhas capacidades. Um outro que eu tenho que ajudar a ser mais forte para que também ele, com essa sua força, me obrigue a ser melhor e assim me tornar um melhor jogador. Um outro com o qual eu depois tenho que medir forças, muitas vezes discutindo um lugar numa mesma equipa (Clube ou Selecção). Um outro que tráz da prova uma alegria por um desempenho positivo, com a qual nem sempre é fácil conviver, principalmente nos dias em que o meu produto não foi tão “sorridente”. Um outro que muitas vezes está no lugar em que eu gostava e achava que merecia estar.

 

   Nesta modalidade em que a vitória de um é o fracasso do outro, ganha a equipa que conseguir que os seus elementos continuem a  caminhar juntos... quer estejam na posição do UM ou do OUTRO.

Comentarios (3)

...
0
na minha opinião,isso é uma das coisas que torna o PFC tao especial..
Sara Nascimento , 14 de Dezembro de 2007
...
0
este artigo poe a nu, as dificuldades de ser um esgrimista, que pelos motivos mencionados em cima, nao e nada facil. e o dificil e o ter k conviver com eles, e neste momento temos um grupo tao vasto que e facil estas situacoes acontecerem, e e muito importante nao esquecer fazer uma leitura, que somos um GRUPO somos uma EQUIPA e e isso que nos caracteriza!a uniao!smilies/wink.gif hoje ser o UM e amanha SER o OUTRO e conseguirmos fazer isto com um sorriso na cara de certeza que seremos muito mais fortes que todos os outros sem duvida nenhuma (tanto a nivel dde clube como de seleccao) abraco
KaKa , 14 de Dezembro de 2007
...
0
Conseguir estar na posição do UM e do OUTRO… aqui está mais uma questão fundamental para a esgrima e para a vida…(muito interessante a análise da forma como esta questão se coloca na esgrima!) mais um artigo a exigir reflexão, a promover o crescimento como desportistas e como pessoas. Treinar com este nível de envolvimento, conseguir ultrapassar as dificuldades e superar as limitações, " aprendendo, reflectindo, adaptando", ( N. Frazão, "Em 1ª mão"), é uma aprendizagem para a vida! Podem não chegar (todos…) aos jogos olímpicos mas serão certamente pessoas melhores!
Que privilégio ter um treinador chamado Nuno Frazão! (Faz falta lá na escola mas… sabemos bem que o lugar dele é na esgrima… aproveitem bem!)
Bom Natal!
Rosario Simão , 15 de Dezembro de 2007

Escreva seu Comentario

Voce precisa estar logado para postar um comentario. Por favor registre-se se caso nao tenha uma conta

busy
 
bannerdiariodonuno

Eventos

Outubro 2018 Novembro 2018 Dezembro 2018
Se Te Qu Qu Se Do
1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30

Próximos Eventos

Não há eventos agendados.
Visualizar calendário completo

Área Reservada



Parceiros


Desenvolvimento de sites por Made2Web
® 2008 - Clube Atlântico de Esgrima
Todos os Direitos Reservados