facebook

Clube Atlântico de Esgrima

Logotipo
Portugal brilha no Europeu terminando em 11º PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Domingo, 19 Julho 2009 19:40

Excelente prestação da equipa de espada masculina na última jornada dos Campeonatos da Europa de Seniores, com vitórias sobre Israel, Espanha e Bielorussia.

 

Cordeiro, Pequito, Candeias e Videira realizaram hoje uma prova de grande nível.

A equipa Portuguesa iniciou a jornada frente à formação Israelita, encontro que dava acesso a um lugar entre as 16 melhores equipas.

Videira abriu muito bem frente a Beskin com 5/1, seguindo-se um empate entre Pequito e Levit colocando o marcador em 9/5. Zingerman reduziu frente a Cordeiro para apenas 1 toque de diferença e Beskin conseguiu empatar o encontro frente a Pequito, terminando o 4º assalto com 16/16.

No 5º Jogo, Cordeiro ganhou vantagem frente a Levit 24/21 e Portugal não mais voltou a perder a liderança: Pequito/Zingerman 29/26, Cordeiro/Beskin 36/34 e Videira/Levit 40/35.

 

Já no quadro 16, coube à equipa Portuguesa defrontar a França, equipa que lidera o Ranking Mundial. Os Portugueses voltaram a estar muito bem, obrigando a França a colocar toda a sua capacidade em Pista.

Cordeiro abriu frente a Grumier 2/4, seguindo-se Videira/Robeiri 7/8, Pequito/Lucenay 12/15, Cordeiro/Robeiri 15/20, Pequito/Grumier 18/25, Videira/Lucenay 24/30, Pequito/Robeiri 26/35, Cordeiro/Lucenay 28/40 e Videira/Grumier 34/45.

 

Na disputa dos lugares entre o 9º e o 16º lugar, Portugal começou por defrontar a Espanha, equipa com a qual havia estagiado na preparação para o Europeu.

Os atiradores Portugueses entraram muito determinados e concentrados e realizaram mais um encontro de grande nível.

Corderio abriu frente a Font colocando Portugal em vantagem por 2/0, seguindo-se Videira frente a Canto levando o resultado para 8/6. Pequito venceu Espana por 3/2 e colocou o marcador em 11/8. Cordeiro perdeu um toque para Canto no 4º assalto terminando 14/12. Pequito manteve a vantagem frente a Font 18/16, o mesmo fazendo Videira ante Espana 30/28.

No 7º assalto Canto conseguiu colocar a Espanha em vantagem vencendo Pequito passando o marcador para 33/35 único momento de vantagem para os Espanhóis, que no entanto haviam efectuado uma alteração táctica trocando Espana por Abajo para o 8º assalto frente a Cordeiro. Neste momento crucial do encontro, Cordeiro realizou um assalto irrepreensível e bateu o medalha de bronze dos Jogos Olímpicos de Pequim por 7/2, voltando a colocar Portugal em vantagem por 40/37.

No último assalto, Font conseguiu ainda chegar ao empate nos instantes finais mas Videira voltou a ser implacável no toque da prioridade, confirmando uma excelente vitória sobre a vizinha Espanha.

 

Seguiu-se a forte Alemanha, com jogadores muito experientes liderada pelo Campeão da Europa Sven Schmid.

Portugal entrou muito forte com Cordeiro a vencer Kneip 5/3 ampliando Videira a vantagem frente a Schmid 10/5. Martin Schmitt, Vice-Campeão da Europa 2008, recuperou frente a Pequito colocando o marcador em 14/15. Cordeiro e Schmid empataram 0/0 e Pequito voltou à pista frente a Kneip terminando 23/25.

Com esta pequena vantagem, os Alemães remeteram-se à defesa: Videira/Schmitt 24/26, Pequito Schmid 28/31 e Cordeiro Schmitt 30/33.

No último assalto, Videira teve que correr maiores riscos tentando o empate mas a Alemanha conseguiu ser mais forte terminando 37/45.

 

No último encontro estava em discussão o 11º e 12º lugares e Portugal teve pela frente a Bielorussia.

Com o dia já longo, a equipa Portuguesa manteve-se muito concentrada, como no primeiro momento da jornada (cerca de 7h atrás), determinada a conquistar mais uma vitória.

Com uma organização táctica diferente, Portugal iniciou com Pequito frente a Zakharov 2/4. Cordeiro virou o encontro ante Sazonau 10/9, vantagem que Videira manteve contra Kuzmich 15/14. Pequito aumentou frente a Sazonau 20/18, seguindo-se Videira/Zakharov 22/21. Kuzmich empatou frente a Cordeiro 28/28 e Candeias, que havia substituído Videira, manteve o resultado frente a Sazonau 31/31.

No penúltimo assalto Kuzmich conquisto uma pequena vantagem frente a Pequito, chegando-se ao assalto decisivo com 33/34.

Cordeiro e Zakharov fizeram um excelente assalto, com o Português a empatar por duas vezes e o Bielorusso a distanciar-se para 2 toques de vantagem outras tantas vezes. Na fase final, Cordeiro logrou empatar levando o jogo para a prioridade.

No momento decisivo do assalto Cordeiro esteve imparável e, com um contra-ataque carimbou a vitória frente à Bielorussia por 39/38.

 

Portugal concluía assim em 11º entre 22 equipas, cedendo apenas frente aos Campeões Olímpicos – França – e a fortíssima Alemanha.

 

Após um conjunto de resultados menos positivo na prova individual, este foi o prémio merecido para o quarteto Português, que se apresentou em excelente forma neste Europeu e que realizou uma Esgrima de muito bom nível, muito elogiada pela equipa técnica Italiana no final da jornada.

Muitos Parabéns a TODOS.

 

Sem Guarda. Prontos? FÉRIAS.

Comentarios (0)

Escreva seu Comentario

Voce precisa estar logado para postar um comentario. Por favor registre-se se caso nao tenha uma conta

busy
 
bannerdiariodonuno

Eventos

Novembro 2018 Dezembro 2018 Janeiro 2019
Se Te Qu Qu Se Do
1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31

Próximos Eventos

Não há eventos agendados.
Visualizar calendário completo

Área Reservada



Parceiros


Desenvolvimento de sites por Made2Web
® 2008 - Clube Atlântico de Esgrima
Todos os Direitos Reservados