facebook

Clube Atlântico de Esgrima

Logotipo
Contornar o problema... PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
O Desporto tem um conjunto de particularidades muitas vezes difíceis de compreender de forma racional.
Como Sportinguista que sou habituei-me a ouvir, e assistir, a umas dificuldades futebolísticas constantes na deslocação do "meu" clube ao campo do Boavista criando uma "tradição" de muitos anos sem ganhar independentemente do bom ou mau momento de forma da equipa.
Uma dificuldade que não encontrava explicação na forma do campo (rectangular como todos), dimensões da bola, número de jogadores ou posicionamento das balizas. Mas era de facto uma dificuldade real, como que uma "barreira" que impedia o sucesso mesmo quando tudo apontava para tal.
A Esgrima não foge à regra. Todos nós temos os nossos "adversários de estimação" com quem, independentemente da existência ou não de grandes diferenças de valor, "emperramos" de forma mais ou menos constante cimentando-os como obstáculos intransponíveis.
Não se pense no entanto que este fenómeno é exclusivamente nacional. Contava o Mestre Horvath que o seu compatriota Kovacs, espadista de Top-Mundial, era a "barreira" do Francês Eric Srecki também ele pertencente à Elite Mundial. Os resultados entre ambos eram quase sempre muito desnivelados demonstrando uma incapacidade do Francês de se opor ao Húngaro.
Em 1992 nas vésperas dos Jogos Olímpicos de Barcelona Srecki dizia a um jornal Francês: "Alguém elimine Ivan Kovacs e eu serei Campeão Olímpico" demonstrando uma grande confiança no seu valor mas transportando a preocupação de uma "barreira" que se tinha criado com o tempo.
Eu próprio coleccionei alguns "adversários de estimação". Bruno Carvalho foi um deles. Diversas foram as vezes que nos defrontámos, umas vezes um mais forte que o outro, muitas vezes os dois em equilíbrio de forças, mas contam-se pelos dedos de uma mão as vezes em que o venci em oposição a um elevado número de derrotas.
Para fazer face a este fenómeno o primeiro passo é identificá-lo. Reconhecer que as dificuldades de determinado embate nem sempre são sinais de mau desempenho técnico-táctico mas sim fruto de uma antecipada aceitação de incapacidade de resolver os problemas criados pelo adversário. Concentrar na tarefa alterando, se necessário, estratégias e acções é a solução na procura dos toques necessários para a construção das vitórias.
...já agora, em Barcelona, Eric Srecki e Ivan Kovacs encontraram-se nos quartos de final e... Srecki foi Campeão Olímpico... mesmo sem ter que contornar o problema.

Comentarios (0)

Escreva seu Comentario

Voce precisa estar logado para postar um comentario. Por favor registre-se se caso nao tenha uma conta

busy
 
bannerdiariodonuno

Eventos

Outubro 2017 Novembro 2017 Dezembro 2017
Se Te Qu Qu Se Do
1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30

Próximos Eventos

Não há eventos agendados.
Visualizar calendário completo

Área Reservada



Parceiros


Desenvolvimento de sites por Made2Web
® 2008 - Clube Atlântico de Esgrima
Todos os Direitos Reservados