facebook

Clube Atlântico de Esgrima

Logotipo
Notícias
... adeus 2005 PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
2005 foi um ano de grandes transformações para mim.
Pertencendo simultaneamente à época em que encerrei como atirador, o capítulo das competições Internacionais - 2004/2005 - e à época em que também coloquei um ponto final a nível Nacional - 2005/2006 - este foi essencialmente o ano de viragem para a área do treino e do desenvolvimento de um projecto ambicioso no âmbito do desenvolvimento da Esgrima.
Um ano cheio de alegrias e algumas tristezas, marcado pelo sucesso desportivo, um sucesso que transporta algumas caras e imensos nomes, assim como pelo enorme crescimento do número de praticantes que hoje é sensivelmente o dobro da temporada passada, fruto do grande trabalho de divulgação efectuado no período do verão.
O Site da Sala de Armas foi também um marco muito importante no ano que agora termina. Quando no final de Março o Rui me desafiou para criarmos este site estava longe de imaginar a importância que ele iria ter para nós e principalmente a visibilidade que iríamos alcançar.
Este espaço do Diário tem sido particularmente gratificante. Partilhar o que vivi e aprendi no meio da esgrima é uma obrigação para quem como eu teve a possibilidade de trabalhar com um dos melhores Mestres do Mundo e jogar e ver tantos torneios de alto nível. Mas o Diário tornou-se muito mais abrangente do que este simples transmitir de conhecimentos adquiridos. Tornou-se um espaço de reflexão onde, sob o pretexto da esgrima, procuro organizar as minhas ideias cruzando o Desporto com a Vida e todos os outros patamares que constituem o "meu mundo".
A todos os que o lêem muito obrigado por partilharem comigo o vosso sentir e as vossas ideias, pois são um grande incentivo para continuar e não tenham dúvidas que também elas ajudam a construir aquilo a que chamámos... O Sonho Olímpico.
Feliz 2006.
 
Chegou o Natal PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Sempre gostei desta data. Quando era pequeno sentava-me em frente à árvore de Natal a imaginar histórias com figuras que saltavam de bola em bola, contornando as tradicionais luzes e fitas que enfeitavam anualmente a nossa árvore.
A construção da árvore era um ritual sempre apetecido, retirando do alto da dispensa a "velhinha" árvore artificial e uma caixa atada com corda de sisal onde se guardavam os enfeites com as bolas embrulhadas em pequenos pedaços de papel vegetal, pois eram de casquinha, muito frágeis. A última bola a ser colocada era a grande bola prateada rodeada com um pequeno cordão de enfeite dourado. Esta representava sempre o grande "Castelo dos Maus". Também na caixa existiam umas pequenas molas de metal com uma argola no centro onde encaixavam umas velas fininhas e que teriam sido as luzes do passado. Embora nunca as utilizasse-mos, conferiam à árvore e à caixa de cartão o estatuto do tempo transportando o peso de muitos Natais, o que trazia ainda mais magia às histórias que proporcionava.
Depois fui crescendo e passei por todas as fases como os outros, mas a árvore de Natal, que já não é a mesma do tempo dos meus Pais, manteve sempre um encanto especial.
Hoje, com o Filipe e o Miguel, tudo ficou ainda mais mágico e a árvore ocupa um espaço fundamental no nosso Natal de 8 de Dezembro até ao dia de Reis em que a desmanchamos.
Não sei se consigo concordar com a frase popular - O Natal é sempre que um Homem quiser - mas não tenho muitas dúvidas que... O Natal é o que um Homem quiser.
A Esgrima é um bocadinho como o Natal. O sucesso de um atirador não acontece sempre que o deseja, no entanto cabe-lhe a ele (talento, trabalho e empenho) colocar-se em condições de o poder alcançar.
Feliz Natal
 
Selecções Nacionais PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Integrar a Selecção Nacional é a ambição de todos os atletas de qualquer modalidade desportiva.
No caso da Esgrima, a escolha de atletas para integrarem nos diversos momentos as Selecções Nacionais já assumiu diversos formatos desde a livre selecção a cargo das equipas técnicas até à escolha numérica assente apenas nos resultados enquadrada por um regulamento próprio.
Hoje em dia vivemos um sistema misto. 1 atleta com base no Ranking Nacional, 1 outro resultante da vitória numa prova de apuramento e mais 1 ou 2 definidos pelo Departamento Técnico.
Apesar de não ser este o processo que considero ideal, este modelo intermédio contempla, na sua génese, um conjunto de premissas muito objectivas:
* Incluir o atleta que tem apresentado o melhor desempenho Nacional.
* Dar oportunidade através da prova de apuramento a classificar-se um atleta de rendimento idêntico ao nº1 do Ranking ou premiar um outro que naquele momento surpreenda os mais fortes e vença essa prova.
* Possibilitar ao Departamento Técnico desenvolver o projecto desportivo, repescando um atleta de nível superior que não tenha obtido o rendimento esperado na prova de apuramento, ou gerindo a construção do restante grupo de trabalho dando mais experiência a uns e a outros de acordo com a estratégia pretendida.
Sempre defendi que as escolhas Técnicas devem estar a cargo das Equipas Técnicas, que têm elas que ter a credibilidade para realizar as suas opções. É nesta credibilidade que tem que assentar a aceitação das escolhas e não num critério escrito que contente todos e que de facto não se apresenta como a construção de jogadores mas sim um prémio Internacional com base num produto Nacional.
O problema dos regulamentos é que têm entrelinhas, e quem se movimentar nesse espaço adultera os princípios e os objectivos do mesmo, enquanto que as decisões pessoais contemplam erros que são perfeitamente aceitáveis se cometidos na realização de um projecto sério e credível.
Seguramente que não foi "à toa" que o Sr. Scolari afastou da Selecção o Sr. Baía que, na minha modesta opinião, ainda é o melhor guarda-redes Português. Mas também foi sem o melhor guarda-redes nacional que fomos Vice-Campeões da Europa.
 
<< Início < Anterior 231 232 233 234 235 236 237 238 Seguinte > Final >>

Pág. 233 de 238
bannerdiariodonuno

Eventos

Junho 2020 Julho 2020 Agosto 2020
Se Te Qu Qu Se Do
1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31

Próximos Eventos

Não há eventos agendados.
Visualizar calendário completo

Área Reservada



Parceiros


Desenvolvimento de sites por Made2Web
® 2008 - Clube Atlântico de Esgrima
Todos os Direitos Reservados